Plano família pode dobrar número de participantes do sistema, prevê Abrapp

Com a decisão aprovada de permitir a inclusão de parentes dos participantes nos planos de previdência complementar fechada, a Associação Brasileiras das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp) projeta que o número de participantes em fundos de pensão pode até dobrar. O sistema conta hoje com 2,5 milhões de participantes diretos. A permissão para inclusão de parentes, como marido, esposa e filhos, vale para os planos setoriais de previdência complementar fechada. Os planos setoriais são os constituídos para setores econômicos, como por exemplo, indústria siderúrgica, fabricantes de veículos, entre outros.

O presidente da Abrapp, Luís Ricardo Martins, lembrou que a inclusão de parentes abre de imediato a possibilidade de um número maior de pessoas ter acesso a uma aposentadoria melhor, complementando os recursos recebidos da Previdência Social: “Os que forem incluídos poderão melhorar a qualidade de vida, em um período especialmente importante para suas vidas”, afirmou Martins, durante o 39º Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada. A Abrapp vinha defendendo há tempos a possibilidade de incluir os parentes nos planos dos fundos de pensão e considera a medida como uma das que podem dar impulso ao sistema. “Temos sete projetos no Legislativo visando esse fomento”, disse Martins. “Se essas medidas forem aprovadas, é possível que o contingente de beneficiados some 15 milhões de pessoas no médio prazo”.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso