Busca
    

Anbima revoga termo de adesão da Oak Asset ao código de regulação e melhores práticas de fundos

09-11-2017 - 12:40:08

 

A Oak Asset Gestão de Recursos teve o termo de adesão ao código de regulação e melhores práticas de fundos da Anbima revogado pela associação por uma série de descumprimentos realizada pela gestora nos últimos meses. No entender dos membros dos conselhos de regulação e melhores práticas da Anbima, que decidiram por unanimidade revogar o termo de adesão da Oak Asset, a gestora descumpriu artigos do código ao realizar investimentos em desacordo com os regulamentos dos fundos de investimento sob sua gestão, e adquirir e manter ativos financeiros em desacordo com os limites de investimento previstos nos regulamentos dos fundos.

A associação aponta ainda como outras razões para a revogação do termo de adesão da Oak Asset o desenquadramento de carteiras de forma constante e reiterada, a falta de diligência na análise e aquisição de ativo de crédito, a aquisição de crédito em desacordo com o código Anbima de regulação e melhores práticas de fundos, e a falta de certificação de gestores da Anbima (CGA) por parte do profissional responsável pela tomada de decisões de investimento. Procurada pela InvestidorOnline, a Oak Asset informou que não vai se pronunciar sobre o assunto. 

Deutsche – Em outra decisão dos conselhos de regulação e melhores práticas da Anbima, o Deutsche Bank firmou termo de compromisso no qual se comprometeu a efetuar contribuição financeira no valor de R$ 125 mil para custear projetos educacionais da associação, por descumprir o código de serviços qualificados ao não agir com diligência na adoção de controles para identificação de todos os direitos creditórios liquidados na conta de cobrança extraordinária no papel de instituição custodiante de fundo de investimento em direitos creditórios (FIDC). Além disso, foi esclarecido também que o Deutsche não presta mais os serviços de custódia. No termo de compromisso não é informado a qual FIDC especificamente se refere o acordo.


VídeosOnline

Mais lidas de Investidor Institucional em 3 meses

Mais lidas de InvestidorOline em 1 mês