Busca

Ministério Público denuncia ex-diretores da Funcef por operações no FIP Cevix

18-05-2017 - 17:02:38

 

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou na última quarta-feira, 17 de maio, denúncia contra 14 pessoas envolvidas nas operações realizadas no Fundo de Investimento em Participações (FIP) Cevix. Entre os denunciados estão os ex-diretores da Funcef Demósthenes Marques, Guilherme Lacerda, Luiz Philippe Peres Torelly, Antônio Bráulio de Carvalho, Geraldo Aparecido da Silva, Sérgio Francisco da Silva, Carlos Alberto Caser e José Carlos Alonso Gonçalves.

Também foram denunciados pelo MPF Roberto Carlos Madoglio, ex-superintendente Nacional de Fundos de Investimentos Especiais da Caixa; José Antônio Sobrinho, ex-vice-presidente da Engevix; Gerson de Mello Almada e Cristiano Kok, sócios da Engevix; e Milton Pascowitch, empresário e lobista; e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

A ação penal foi elaborada no âmbito da Operação Greenfield, da Polícia Fderal (PF) que investiga investimentos irregulares realizados nos grandes fundos de pensão. A denúncia acusa o grupo de praticar gestão fraudulenta, tráfico de influência e lavagem de dinheiro que ocasionaram em perdas de R$ 402 milhões à Funcef. O MPF aponta para uma sobreprecificação dos ativos viabilizada por meio de avaliação econômico-financeira irreal e tecnicamente irregular.

Acusações - Segundo o MPF, em 2008 foi iniciado o processo de criação da Cevix Energia Renováveis, ficando estabelecido que a companhia receberia investimentos do FIP Cevix, criado pela construtora Engevix e gerido pela Caixa Econômica Federal. O fundo de pensão acabou investindo mais que o planejado no FIP.

Segundo o MPF, uma ação conjunta entre a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e Receita Federal que contribuíram com o trabalho investigativo. O MPF defende a condenação dos 14 denunciados pelas práticas atribuídas a cada um dos envolvidos, cujas penas máximas somadas chegam a 94 anos reclusão. Foi solicitado ainda um valor mínimo para a reparação da Funcef. O MPF sugeriu que o valor dessa reparação seja de R$ 1,2 bilhão.


VídeosOnline

Mais lidas de Investidor Institucional em 3 meses

Mais lidas de InvestidorOline em 1 mês