Busca
    

Um novo mercado bilionário

Aline Sun, da Guide

Edição 290

Plataformas de investimentos como XP e Guide avançam na distribuição de fundos de previdência aberta com gestão de assets independentes

Plataformas abertas de distribuição de fundos e produtos financeiros como a XP Investimentos e a Guide encontraram um novo nicho responsável pela captação de recursos que já supera a casa dos bilhões de reais. É o nicho dos fundos de previdência aberta administrados por seguradoras e gestoras que não estão ligadas aos grandes bancos do país. Não é que essas empresas tenham descoberto tais produtos agora, mas com a evolução do mercado, com a entrada de assets independentes e a perspectiva de Reforma da Previdência, elas investiram na distribuição digital e ampliaram as campanhas para captar recursos para os fundos PGBL e VGBL.
A XP Investimentos conseguiu dobrar o volume de recursos captados para fundos de previdência nos últimos 12 meses, alcançando R$ 2 bilhões em ativos sob gestão de tais fundos. Há um ano, a empresa tinha um volume de pouco menos de R$ 1 bilhão. “Um dos pontos centrais do aumento da procura são as discussões em torno à Reforma da Previdência. Mas outro ponto importante é o surgimento de melhores produtos que contam com gestão de assets independentes”, explica Gustavo Pires, chefe da plataforma de fundos e previdência da XP Investimentos.
A empresa começou a distribuir fundos de previdência há cinco anos, mas foi no ano passado que registrou um volume mais forte de captação. Outro fator para o bom resultado, segundo o executivo da XP, foi a integração das plataformas de previdência e de fundos de investimentos, que antes estavam separadas dentro do grupo. A distribuição era realizada anteriormente ainda com processos em papel pela corretora do grupo. “Percebemos um potencial de expansão da previdência devido ao surgimento de fundos com gestão mais ativa. São fundos PGBL e VGBL com gestão mais próxima dos demais fundos de investimentos que são distribuídos pela nossa plataforma”, diz Pires.
Atualmente, a XP mantém uma parceria para distribuição dos fundos previdenciários da Icatu Seguros. A seguradora é pioneira no fornecimento de fundos de previdência em parceria com as principais assets independentes do mercado brasileiro, como a Verde, Adam, Modal, Brasil Plural, entre outras. A XP prepara ainda uma nova parceria para distribuir os fundos da Sulamérica que deve começar a partir do segundo trimestre de 2017.
A Sulamérica é uma seguradora que tem realizado algumas parcerias com assets independentes. Mas é a Icatu que tem investido na multiplicação das parcerias com as gestoras independentes. Já são cerca de 45 fundos de previdência oferecidos no mercado pela Icatu. Deste total, 20 fundos da Icatu são distribuídos pela XP Investimentos. “Não pegamos toda a grade de fundos do Icatu para evitar sobreposição de produtos”, explica Pires. Ele ressalta que o surgimento de produtos de assets independentes foi fundamental para ampliar a distribuição para os clientes da XP. “Agora temos fundos com taxas mais competitivas e excelente gestão”, diz o executivo da XP.

Exclusividade – Um exemplo de produto novo na grade da distribuidora é o Modal XP Icatu Previdência. É um fundo multimercado de previdência com gestão da asset do Modal. “Com a perspectiva de crescimento da previdência privada, impulsionada pelas notícias da Reforma da Previdência, a asset Modal decidiu entrar nesse mercado”, conta Rachel Melki, responsável pela distribuição de fundos da Modal Asset Management. Para isso fechou parceria com a Icatu Seguros, que entrou como seguradora do produto. Já a parceria com a XP foi feita para a distribuição exclusiva do fundo.
Outro exemplo é o da Capitânia, que também lançou recentemente um fundo de previdência em parceria com a Icatu.
Contudo, nem sempre é possível conseguir exclusividade. É o caso dos fundos de previdência com a Verde Asset, de Luís Stuhlberger, e a Adam Capital, de Márcio Appel, duas das mais destacadas gestoras do mercado. Além da distribuição de seu fundo de previdência através da plataforma da XP, a Verde Asset firmou acordo de distribuição através da plataforma do Itaú e também utiliza os demais canais de distribuição da Icatu Seguros.
No caso do fundo de previdência da Adam Capital, além da XP, a asset distribui o produto através dos canais do Credit Suisse, com quem mantém relacionamento há vários anos. “O Credit Suisse é um parceiro de longa data que não possui produtos próprios de previdência”, explica André Salgado, sócio da Adam Capital.
O fundo da asset, o Adam Icatu Previdenciário, é um dos produtos que mais tem chamado a atenção do mercado nos últimos meses. Impulsionado pela forte captação dos fundos multimercados da asset, o Adam Macro e o Adam Advanced, que atualmente estão fechado para captação, o fundo de previdência é o único da gestora que continua aberto.

Frisson – As distribuidoras fizeram uma promoção para distribuir o fundo de previdência da Adam no mês de fevereiro. O chamariz era o valor do aporte mínimo de R$ 100, bastante baixo por se tratar de um fundo multimercado e de um gestor diferenciado. “Foi um verdadeiro frisson, quase congestionou nossos canais de atendimento”, diz Aline Sun, sócia da Guide em referência ao período de promoção do fundo da Adam.
A forte procura foi motivada pelos resultados dos fundos multimercados da asset, que bateram mais de 500% do CDI no ano passado. “Era uma enxurrada de ligações, tivemos que reforçar o atendimento”, conta Aline. O fundo da Adam se destaca por não ser um produto tradicional do mercado de previdência. Trata-se de um multimercado que opera nos mercados de renda fixa, renda variável e moeda.
“Seguimos praticamente a mesma estratégia dos nossos fundos multimercados, a renda fixa e variável é exatamente a mesma. Há uma pequena diferença na gestão do mercado de moedas devido às restrições da regulamentação dos produtos de previdência”, explica André Salgado.

Planejamento financeiro – A Guide é outra plataforma que tem registrado forte crescimento na distribuição de fundos de previdência. Atuando há três anos no mercado, foi no ano passado que a empresa teve maior procura por fundos PGBL e VGBL – cerca de 120% de crescimento na captação de recursos. Atualmente a Guide distribui 16 fundos de previdência em parceria com a Icatu Seguros. Além dos fundos da Verde e da Adam, a Guide distribui fundos do J.P.Morgan, Apex, Brasil Plural, Arx, Ibiúna, Leblon, além dos fundos que contam com gestão da Icatu Vanguarda, a asset do grupo. Além dos fundos da Icatu, a Guide ainda distribui fundos da Sulamérica e da Mapfre.
“Temos realizado diversas campanhas com fundos PGBL e VGBL. Um dos objetivos é quebrar o preconceito que os clientes têm com tais fundos, que antes não contavam com uma gestão eficiente e taxas atraentes”, explica a sócia da Guide. Com o surgimento de fundos com gestão de assets independentes, a empresa tem procurado desmistificar os defeitos dos produtos. “Temos incluído os fundos de previdência dentro do conceito de planejamento financeiro de nossos clientes”, diz Aline. Esse trabalho é realizado por uma nova área da empresa, denominada de Guide Life. A nova área foi criada a partir da aquisição da corretora de seguros DXI, realizada no segundo semestre de 2016.

Importância dos corretores – Apesar do crescimento da distribuição de fundos pelas plataformas como a XP e a Guide, os corretores de seguros ainda representam uma fatia importante dos produtos de previdência para as seguradoras. Mesmo a Icatu Seguros, que tem avançado nos acordos de distribuição com as plataformas, seus corretores ainda representam cerca de 50% da distribuição dos fundos de previdência. “As plataformas expandiram bastante a distribuição, mas os corretores ainda são importantes”, explica Felipe Bottino, responsável pela área de previdência aberta da Icatu Seguros.
Além da distribuição com as plataformas já citadas, a Icatu ainda mantém outros canais como a Genial e a Órama. “A XP é a nossa primeira parceira, tem crescido bastante devido aos avanços tecnológicos. Mas temos outros cases bem interessantes, como por exemplo, da Guide e outras plataformas que estão se fortalecendo”, diz Felipe Bottino.


VídeosOnline

Mais lidas de Investidor Institucional em 3 meses

Mais lidas de InvestidorOline em 1 mês